Veja também os conteúdos gratuitos disponibilizados pelo JurisWay:

- Faça mais de 850 Cursos Online sem pagar nada. É grátis!

- Conheça (e faça) o Curso de Inglês Online e Gratuito feito especificamente para iniciantes

- Estude Português de graça e evite erros em provas de concursos ou mesmo na comunicação do dia a dia

- Saiba Como aprender melhor e mais rápido qualquer matéria melhorando seu rendimento e diminuindo o tempo de estudo

- Aprenda a fazer um Currículo excelente e aumente suas chances no mercado de trabalho

- Acesse as últimas Provas da OAB e de Concursos Públicos em formato interativo

- Saiba tudo sobre o Novo Acordo Ortográfico e ainda obtenha um certificado para comprovar seus conhecimentos




CONSUMIDOR BRASIL > É BOM SABER >

ADMINISTRADORAS DE CONDOMÍNIO | ÁREAS PRIVATIVAS | ASSEMBLÉIAS GERAIS | CONDOMÍNIO IMOBILIÁRIO | CONDOMÍNIO NA LOCAÇÃO | CONDÔMINOS | CONTRIBUIÇÃO DE CONDOMÍNIO | CONVENÇÃO DE CONDOMÍNIO | É BOM SABER | FUNDO DE RESERVA | JURISPRUDÊNCIA | LEGISLAÇÃO | MODELOS ÚTEIS | SEGURANÇA E VIGILÂNCIA | SEGUROS | SÍNDICO | VAGAS DE GARAGENS |

Segurança e Vigilância

É responsabilidade do síndico também zelar pela segurança do prédio, conferindo e mandando proceder periódica revisão nos equipamentos de incêndio, nos extintores, nos "sprinklers", nos registros de água, da mesma forma nos sistemas de gás coletivo, quando houver, nos "boilers", piscinas, etc.

Também é hoje um grande problema o sistema de segurança e vigilância das portarias, garagens e acesso dos prédios.

Os vigilantes poderão ser contratados como empregados do condomínio ou simplesmente pode ser contratada a prestação destes serviços com empresas especializadas. Mas, sempre sabendo que a responsabilidade do condomínio em relação a estes empregados é subsidiária, se a empresa não os pagar corretamente o condomínio poderá ser chamado em juízo para efetuar os pagamentos.

Outro grande problema é quando um carro é furtado nas dependências do condomínio. O proprietário do veículo sempre quer receber a indenização do condomínio e o condomínio sempre quer eximir-se desta responsabilidade.

Quanto a esta questão os tribunais já estão pacificados. Quando o condomínio mantém serviço de vigilância para guarda dos veículos será responsável pelo furto ou danos ocorridos dentro de suas instalações. Quando o condomínio não mantém serviço de vigilância não terá responsabilidade quanto aos danos e furtos ocorridos em suas instalações.

Entretanto, situações específicas poderão surgir. É dever do síndico manter as portas e acessos ao prédio em perfeitas condições de segurança.

Na hipótese de defeito de uma porta da garagem, e o condomínio negligenciar na sua reparação ou manutenção de um serviço de vigilância ou segurança, óbvio, será responsabilizado, não pelo fato do veículo se encontrar dentro de suas instalações mas, pela negligência de não zelar pela manutenção das condições mínimas de segurança do prédio.

Outro aspecto a considerar é que o porteiro não é considerado vigilante. Se existe um porteiro que deve cuidar da portaria do prédio e não tem condições de manter sob seu controle também as garagens e outros acessos, resta claro que o prédio não tem vigilantes, mas apenas porteiro, aliás, cuja atividade é bastante diferente e não pode ser confundida.