Veja também os conteúdos gratuitos disponibilizados pelo JurisWay:

- Faça mais de 850 Cursos Online sem pagar nada. É grátis!

- Conheça (e faça) o Curso de Inglês Online e Gratuito feito especificamente para iniciantes

- Estude Português de graça e evite erros em provas de concursos ou mesmo na comunicação do dia a dia

- Saiba Como aprender melhor e mais rápido qualquer matéria melhorando seu rendimento e diminuindo o tempo de estudo

- Aprenda a fazer um Currículo excelente e aumente suas chances no mercado de trabalho

- Acesse as últimas Provas da OAB e de Concursos Públicos em formato interativo

- Saiba tudo sobre o Novo Acordo Ortográfico e ainda obtenha um certificado para comprovar seus conhecimentos




CONSUMIDOR BRASIL > É BOM SABER >

ALGUMAS RECOMENDAÇÕES | AUTO MEDICAÇÃO | CUIDADOS ESPECIAIS | DADOS DA RECEITA MÉDICA | DICAS DO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA | DROGARIA | FARMÁCIA | JURISPRUDÊNCIA | LEGISLAÇÃO | LINGUAGEM DAS TARJAS | MEDICAMENTO COMO PRODUTO | PRESCRIÇÃO MÉDICA | VIGILÂNCIA SANITÁRIA |

Linguagem das Tarjas

Para imediata compreensão do risco e do grau de necessidade da prescrição médica os medicamentos têm são distinguidos com uma linguagem de tarjas impressas em suas embalagens.

Tarja Preta: a tarja preta informa que o medicamento é de alto risco, não pode ser usado sem prescrição médica e que só podem ser vendidos com apresentação da receita.

As receitas destes tipos de medicamento ficam retidas nos estabelecimento distribuidor do medicamento e são recolhidas, periodicamente, pelos serviços públicos de saúde.

Tarja Vermelha: o medicamento com tarja vermelha é de menor risco, ou seja, embora também seja vendido apenas com receita médica, não representa risco de vida, mas apenas de efeitos colaterais.

Ainda que o consumidor possua o medicamento em casa, ou consiga adquiri-lo independente de apresentar receita médica, é importante que obtenha orientação médica para utilizá-lo, pois, mesmo sendo recomendado para alguns tipos de doenças seus efeitos podem agravar outras áreas da saúde.

Sem Tarja: a ausência de tarja não é um indicador de que o medicamento possa ser usado sem contra-indicação, mas apenas que pode ser vendido sem a apresentação da receita médica, assim, o consumidor deve manter os mesmos cuidados recomendados para os demais medicamentos com tarja.